QUERES CONVIDAR O STEREOBOY A TOCAR NA TUA SALA?...

"M", EP de Stereoboy, vai ser apresentado na digressão "aMor na tua sala".

Stereoboy, projecto de Luís Salgado, vai a casa das pessoas falar de amor. "M", o último EP, apresentado publicamente no Porto no passado fim-de-semana, é um disco tão "íntimo e intimista" que uma digressão pelos lares portugueses faz muito mais sentido.

© Paulo Cunha Martins

Depois de "Bubble Pop Core", lançado pela Optimus Discos, uma travessia pop assumidamente colorida, Luís Salgado recolheu-se no quarto e gravou um disco sobre o "M" dos vários tipos de amor. "O 'M' de mulher, de Maria, o nome da minha filha. O amor de pai, o amor sussurrado, o amor violento."

São canções pop, ingénuas, até infantis. É também um disco de colaborações. Para além da "habitué" Helena Veludo, participam Rui Maia, Sofia Arriscado, JP Coimbra, Daily Misconceptions e os Birds are Indie, que emprestam as vozes a uma quadra memorável ("When I look at you tonight / I see a younger Michael Stipe / This is really how I feel / You're as pretty as Kim Deal"). Ao vivo, Luís adopta um formato mais acústico, juntando-se a Íris Rebelo e João Santos, mais uns quantos brinquedos e "gadgets".

A digressão "aMor na tua sala" começa no próximo ano e deverá durar seis meses. Os interessados só têm de enviar um e-mail a pedir mais informações. Só depois é que o Stereoboy irá fazer o circuito habitual de concertos. A exclusividade do formato ao vivo repete-se também no EP, cuja edição é limitada a 150 exemplares numerados.

texto: Amanda Ribeiro (in Público, 17/12/201)